Membrana Epirretiniana

A membrana epirretiniana (MER) é uma doença da interface vitreorretiniana.  Ocorre quando na superfície da retina há a proliferação de células formando uma membrana, esta proliferação fibrocelular ao longo da membrana que induz uma forca de tração tangencial sobre a retina, causando distorção e enrugamento da superfície macular.

A mácula é um ponto no centro da retina, responsável pela visão para a leitura, para as cores e para outras tarefas refinadas. A membrana epirretiniana acomete a mácula e geralmente ocorre em indivíduos com mais de 50 anos, na maioria das vezes em mulheres, a prevalência de MER pode aumentar após cirurgia de catarata.

Esta patologia, quando avançada, causa embaçamento e distorção da visão, as membranas epirretinianas são consideradas benignas e assintomáticas na maioria dos casos; no entanto, pode haver significativa baixa da acuidade visual.

O exame de Tomografia de coerência óptica – OCT é bastante útil para avaliar e acompanhar este problema.

Tratamento da membrana epirretiniana: Cirurgia de vitrectomia é o tratamento mais eficaz para reparar os danos  causados pela MER e, tentar melhorar a visão do paciente.

Para saber mais sobre esta técnica clique aqui.

feito por